MENSAGEM DE ANIVERSÁRIO

Paulo de Freitas Mendonça

 

Buenas, permita parceiro

Que te faça esta homenagem,

É uma simples mensagem,

Mas dita de coração,

Que tenhas sempre o Santo Patrão

guiando teus passos e a teu lado

Nunca fiques abichornado

Com este mundo tão teatino

E sempre possas ouvir o sino

Até mesmo no descampado.

 

Mais um janeiro completas

É mais um ano de vida

Ao lado de tua querida

E junto de tua piazada,

Pois nesta pampa adorada

Já nasceste aquerenciado

P'ra viver amadrinhado

De mil pajadas sentidas

E à tua família buena

Há de sempre dar guarida.

 

Na milonga dos cantares

Sejas sempre o bordoneio

Da guitarra ou da gaita

Na tua expressão de taita

E de gaúcho pampeano,

A este Rio Grande aragano

P'ra sempre há de saudar,

Pois tu és a preservação

da nossa tradição,

Da poesia e do cantar.

 

Que nos caminhos da vida

Tu tenhas sempre alegria,

Possas ouvir como assobia

O minuano do alambrado

E vivas sempre empatriado

Por este nosso Rincão,

Sendo a continuação

Dos nossos ancestrais,

Que enriqueceram nosso chão

No lombo dos baguais.

 

Te transmito um forte abraço

Emponchado de alegria,

Que este mundo ventania

Seja contigo bonachão

E te dê satisfação;

Que em teu mundo haja paz,

Que possas realizar

Tudo o que pretendes

E que todos te entendam

Como tu os entende.

 

Que o brete das incertezas

Não te peale com dor

E sempre tenhas o corredor

Que te leve à felicidade;

Que no campo da irmandade,

Como fomos até agora

Sem nenhum riscar de esporas,

Sejamos sempre bons amigos.

Que o joio da maldade

Não se misture aos bons trigos.