Menestrel

Vaine Darde


Por mais que tenha estrelas nos meus versos
e rosas deixem neles primaveras,
que vista meus sonetos de quimeras
expondo-me nas rimas pelo inverso;

que vibre a clave inquieta em tons diversos
na pauta donde o sonho reverbera
tecendo a partitura que te espera
em cada acorde dalma que disperso;

por mais que busque notas de cristal
e tenha certo dote musical
nas frases que em goteiras se derramam...

eu sempre vou ser s um menestrel
sem nunca conseguir pr no papel
os versos que teus olhos me declamam.