PORQUE CHORAM INOCENTES...?

Jorge Luiz Rosa Chaves

 

Por que choram inocentes...

Se o mundo evoluiu?

 

...Se o pingo espera encilhado

E o sol hermana pro frio.

No farto úbere latino,

Celeiro da humanidade;

... Santa mãe prosperidade!

 

Se os altidoors pilcham a Terra

Com a bandeira universal

Desta Globalização,

Em conselhos de silêncio...

Três mundos num mesmo chão?

 

Se as asas da paz libertam

Com medalhas cor de mel,

Se não falta pão e leite

Nessa “Torre do Nobel”.

 

... Por que choram inocentes...

Se o mundo evoluiu?

 

Na fecunda evolução,

Urânio, lixo e gatilhos...

- Corre a tecnologia –

E a tal mídia contamina

Com a Pedra Filosofal.

 

Um satélite prosaico

Numa clareira do ozônio,

Troca orelhas espiando

Os carentes pequeninos,

Com o sal da devassidão.

Nos ponchos preservativos;

A mágica solução!

 

Aos tambores rangem dentes,

- Lágrimas inconfidentes...-

Sangrias de apologias

Que aporreiam o mal;

N’alguns templos rasgam o “verbo”

Aos cânticos espirais.

 

DNAs viajam em provetas...

... Nas manchetes dos jornais.

 

Multiplica-se a Palavra

Com a verdade ou afronta

- Numa urgência missionária –

Liquidação de passagens...

... Pra Arca, mas

Quem lhe apronta?

 

Por que choram inocentes...

Se o mundo evoluiu?!

 

Se o gaúcho enfrena sonhos

Nos pampas do Mercosul,

E há uma doutrina consciente

Pra história da palmatória.

 

Acalambraram-se os vícios

...A tropéis da sociedade?

Se os “loucos valores certos”

Na “Profecia do Bem”

- Amadrinham a juventude –

Viva a nossa plenitude...

 

Mesas encurtam pras massas

De manobras, para as guerras...

E alargam-se os territórios

Nos caminhos da Internet,

Em sogueiros escritórios.

 

Já não há temor às pestes

E os campeiros nos agrestes

Gineteiam os desafios,

Se escomungamos Golias...

Por que minas e pavios?

 

...Por que choram inocentes...

Se o mundo evoluiu?!

...A febre nos engoliu?

 

Por que escondem nossas crias

Se a marcha abrandou o tom,

E os cavalos não se alçam?

Já ruídas não se calçam

As botas da intolerância

Na luz da diplomacia.

 

Emergem mais camicazes

P’rum Império armamentista

... de uma “raça superior”!

E torres contemplativas

debruçam conflito e dor.

 

... A fé batiza a coragem...

em estandartes, mensagens...

...funerais da hipocrisia!?

Com tapetes de neon,

Os céus enfeitam os portais

- se descansam os lanceiros –

... por que tremem os mortais?

 

Aos escombros das muralhas,

“homens” juram sobre o Livro:

...- “Eu prometo... serei bom”!

Charqueiam as sesmarias

e aprontam as cavalarias

pros berros do Armagedon.

 

Por que há medo nas gentes

se a fuga já está emalada,

pra meridianas alturas,

em disquetes eficientes...

 

- Suam vida as criaturas,

no choro dos inocentes!

 

Ases montam em radares,

riscando o pala celeste.

Na boca livre dos ventos:

...escarcéus, questionamentos...

 

- A paz não está nas fardas

que guardam lerdos discursos...

... escudos, dogmas, cor...

 

...Está na simplicidade,

na justiça que harmoniza...

...para as portas do amanhã:

- As sete chaves do amor!!!